Como tornar seus brainstormings mais produtivos?

0

Os brainstormings são uma ferramenta poderosa. Muito utilizados em agências para o desenvolvimento de processos criativos em equipe eles podem garantir excelentes ideias ou podem se transformar em um grande momento de disperssão, dependendo de como forem conduzidos. Mas será que existem maneiras de tornar os brainstormings mais produtivos?

Como garantir que os brainstormings irão resultar em boas ideias? Como controlar para que os participantes não divaguem para outros assuntos e percam o foco sem limitar a criatividade deles? De fato, os riscos de que um brainstorming seja um momento perdido são grandes, mas quando eles dão certo, sem dúvidas se chega a resultados que não se chegaria de forma individual.

Nesse post você vai ver que existe uma solução bem simples para garantir mais produtividade nos seus brainstormings.

Por que fazer um brainstorming?

Um brainstorming é um processo de pensamento conjunto em torno de um determinado problema ou objetivo. A principal vantagem de se fazer um brainstorming é garantir ideias e sugestões que não se conseguiria de forma individual. Sabe aquele papo de “duas cabeças pensam melhor que uma”? Essa é a ideia aqui.

Além disso, o brainstorming ajuda a fortalecer a equipe e garantir que todos estarão envolvidos no processo desde o princípio.

Como começar o processo de brainstorming?

O segredo do sucesso de um brainstorming começa antes mesmo do brainstorming. Antes de mais nada, você precisa definir quem serão os participantes. O ideal é reunir pessoas com backgrounds e perfis bem diferentes, assim você garante uma diversidade maior de ideias. O número de pessoas também é importante, não caia no risco de reunir pessoas demais, pois o risco de dispersão é grande. Com muita gente, há muitas chances de ocorrerem conversas paralelas e de perda de foco. Por fim, outro ponto fundamental é definir bem quais serão os objetivos do brainstorming. Antes de começar, é preciso que todos os participantes saibam que vão participar do processo e o que é esperado deles, assim todos começam de um mesmo ponto.

Como garantir que o brainstorming será produtivo?

O primeiro passo, claro, é garantir um bom começo, observando os pontos que acabamos de citar.

O segundo grande segredo do brainstorming produtivo está na gestão do tempo. Isso mesmo, definir uma duração prévia para o brainstorming e saber como conduzí-lo é o que realmente fará a diferença nos resultados.

O ideal é dividir o tempo pré-definido em duas partes: uma para listar o máximo possível de ideias e outra para “amarrá-las”. No primeiro momento todos devem dar suas contribuições, falando o que lhe vem à cabeça.

Já na segunda parte, o grupo deve analisar as ideias que foram levantadas, vendo quais são viáveis e quais podem ser descartadas. Essa fase de amadurecimento das ideias quase nunca é realizada ou é feita de forma rápida e é aí que está o erro. Qualificar as ideias é tão importante quanto tê-las.

Uma terceira parte, também indispensável, é o registro de todas as ideias. Para isso, você pode fazer anotações ou mesmo gravar o brainstorming, garantindo que nenhuma ideia seja perdida.

Essas dicas fazem sentido pra você? Na sua empresa vocês costumam fazer brainstormings? Como é conduzido esse processo? Comente.

Share.

About Author

Leave A Reply