Marketing de conteúdo para e-commerce

0

Cada dia a concorrência online fica mais acirrada, novas lojas online nascem e o gasto com a publicidade digital fica cada vez mais alto e muitas vezes ineficiente. Por esse e outros motivos os sites de e-commerce tem a necessidade de uma atualização constante da sua estratégia de marketing. Nesse artigo vamos abordar como o marketing de conteúdo pode ajudar a aumentar suas vendas e fidelizar seu cliente com um bom conteúdo dentro do processo de venda e pós venda.

Vamos falar sobre o bom e velho funil de vendas. Como uma loja online não possui vendedores a estratégia de conteúdo fica ainda mais importante em todo o processo. Dividimos o funil em 3 grande blocos com um exemplo fictício para ilustrar.

Vamos usar como exemplo uma loja virtual de eletrodomésticos.

  • Começo do funil (topo) : Seu público-alvo ainda não tem conhecimento do seu produto e provavelmente também não está procurando a sua solução. Nesse ponto, o foco é mostrar para aquele potencial cliente o problema que ele tem e posteriormente levá-lo para o processo de venda.

Exemplo: Post no blog : “Problemas para lavar a roupa? 10 dicas para facilitar seu dia a dia e deixar as roupas limpas sem stress”

  • Meio do funil: Agora o seu potencial cliente sabe do problema e a sua função nesse momento é ajudá-lo na decisão de compra.

Exemplo de ação: Post no blog: Como escolher a máquina de lavar roupas ideal para você?

  • Final do funil (fundo): O potencial cliente está prestes a realizar uma compra, ele já entendeu o problema, buscou soluções e chegou ao seu site! Nesse ponto, uma boa apresentação do seu produto com fotos, vídeos, descrição, depoimentos de outros usuários são fundamentais para o fechamento da compra.

Exemplo de ação: Post no blog: Veja o video da Lava e Seca Samsung Eco Bubble funcionando e como ela é prática.

Focando no último estágio do funil, entramos em outro ponto muito importante para todas as lojas virtuais, o conteúdo dentro da loja. Existem algumas estratégias para que a loja tenha uma melhor conversão de vendas quando o cliente chega na sua página de produto.

Por exemplo, criar textos originais para cada produto e não copiar o texto padrão enviado pelo fabricante, isso também prejudica o SEO pois o Google considera conteúdo duplicado, uso de imagens de qualidade, criação de vídeos dos produtos e explorar o conteúdo gerado por usuários e clientes recorrentes. O processo não pára no final do funil, o conteúdo pós-venda aumenta muito a chance de recompra. Ter uma newsletter com conteúdo relevante direcionada para cada tipo de cliente pode alavancar mais vendas e fidelizar a sua audiência nos canais da marca

Em resumo, esse artigo passa uma visão geral de como podemos aproveitar do marketing de conteúdo para geração real de vendas online, com objetivos e metas bem definidos e um trabalho a médio/ longo prazo os resultados dessa estratégia certamente são mais valiosos e sustentáveis do que apenas os investimentos na publicidade online.

Share.

About Author

Leave A Reply